Informe publicitário para a Revista Veja (publicado em agosto/2011)

Campo Grande, capital do Mato Grosso do sul, carinhosamente chamada de Cidade Morena pela cor avermelhada de seu solo, tem quase um milhão de habitantes. Próxima à fronteira seca com Bolívia e Paraguai, a cidade é o centro econômico do Estado. O Aquífero Guarani passa por debaixo da cidade, que detém a maior porcentagem da reserva natural de água dentro do território brasileiro.

No dia 26 de Agosto, Campo Grande comemora 112 anos, rumo ao desenvolvimento, de acordo com o Vice Prefeito Edil Albuquerque, “Campo Grande está num novo tempo, com um trabalho conjunto do governo estadual e federal, iniciativa privada que constroem uma cidade mais forte, mais bonita e segura”, declarou. Para Edil, o maior potencial do município são os polos industriais instalados em várias regiões da cidade com infraestrutura e incentivos fiscais que atraem grandes empresas que têm a cidade como base estratégica.

A economia é basicamente no segundo setor (comércio e prestação de serviços) e na construção civil. Dados do SEBRAE/MS revelam que o índice de sobrevivência de empresas e microempresas em Campo Grande é de 94%. “Cidade das oportunidades para o microempresário” afirmou Cláudio Mendonça, diretor superintendente do SEBRAE/MS.

A exportação agropecuária e têxtil também está em crescimento, com as fronteiras secas com dois países e no centro do país, Campo Grande tem a logística ideal para atender grandes mercados, para Mendonça “a cidade está estrategicamente no centro, atraindo empresas, indústrias que podem facilmente exportar seus produtos para todo o país e para os países vizinhos Paraguai e Bolívia”, afirmou.

Os polos industriais, a construção civil são grandes geradores de emprego, segundo o diretor do grupo Plaenge em Campo Grande, Édison Holzmann, “temos uma equipe de mais mil funcionários, investimos na cidade há 23 anos e temos grandes projetos em longo prazo”, disse. Atualmente, o Grupo Plaenge têm 25 empreendimentos em construção, gerando mais empregos e fortalecendo a economia da Cidade.

A Cidade Morena, também é uma capital sustentável, é reconhecida nacionalmente por iniciativas de sustentabilidade, como a Organocoop, uma cooperativa de produtos orgânicos que foi criada em parceria com a Prefeitura Municipal, Banco do Brasil, SEBRAE e pequenos produtores que receberam investimentos e certificação de produção orgânica.

Nossa história nossa cultura

Com apenas 112 anos, Campo Grande construiu sua cultura com seus fundadores e quem chegou aqui para começar uma “nova história”. Com os primeiros habitantes, os índios, depois os mineiros José Antônio Pereira e família, o vizinho Paraguai, e principalmente os imigrantes japoneses formaram as tradições, festas e costumes da cidade.

A colônia japonesa é a segunda maior do Brasil, perdendo apenas para São Paulo. Patrimônio da cidade, o sobá, comida tradicional japonesa feita com macarrão e carne, já faz parte do campo-grandense, anualmente o sobá tem uma festa só pra ele.

Na música, a grande influência vem do vizinho Paraguai, com ritmos como polca e chamamé, conquistaram os campo-grandenses e hoje, o sertanejo é a música oficial da cidade.

Grandes artistas reconhecidos nacionalmente têm suas raízes na Cidade Morena, como Aracy Balabanian, Tetê Spíndola e Glauce Rocha. Outros artistas também constroem suas histórias aqui como a diretora teatral, carioca, Beth Terras, que está em Campo Grande há mais de 15 anos, “cheguei aqui e fui recebida de braços abertos, fiz meu trabalho, minha arte, e hoje sou profissional reconhecida graças a minha querida Campo Grande”, declarou.

Capital com jeito de cidade pequena

Campo Grande tem 10 parques com muito verde, só o Parque das Nações Indígenas, considerado o maior parque urbano do mundo, tem 119 hectares com lagos, fauna e flora preservados. Anexo ao parque está o CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) que cuidam de animais feridos para depois devolvê-los a natureza.

O Parque dos Poderes reúne todo o legislativo, executivo e judiciário em um só lugar com 70% de mata preservada, modelo de equilíbrio ambiental e Estado. Aos fins de semana é destino de quem faz pedalas e caminhadas.

O Lago do Amor fica dentro da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), onde aos domingos, é hábito do campo-grandense reunir amigos e tomar o famoso tereré, a bebida gelada tradicional da cidade feita com erva mate e água, influência também do nosso viziho, Paraguai. A cidade ainda tem a Lagoa Itatiaia, outro ponto de encontro dos moradores.

Entre os pontos turísticos tem monumentos, praças, museus, monumentos e casarões antigos da época que Campo Grande ainda era um “celeiro de farturas”.

Morena, eu te amo

Fernanda Serrano, fotógrafa, é a típica campo-grandense apaixonada pela cidade, “gosto do charme interiorano, da beleza natural, das araras que visitam minha casa todo dia, do pôr do sol mais fantástico do Brasil, e também porque aqui se valoriza produtos, serviços e mão de obra regionais”, declarou.

Descendentes de japoneses, Ricardo Mayeda acredita que morar em Campo Grande é ter tranquilidade, “morar em Campo Grande é muito bom em função da qualidade de vida que a cidade proporciona. Uma cidade bonita, com parques, e o melhor, tudo com fácil acesso”, afirmou.

Outra morenapolitana [termo criado pelo jornalista Luca Maribondo], a publicitária Isabella Gimenez também é apaixonada pela cidade e todo esse clima de aconchego da capital interiorana: “Campo Grande faz parte das minhas raízes, a minha família está aqui, a música faz o coração acelerar e o sentimento de aconchego da cidade é muito grande. A Cidade Morena é muito charmosa, é só começar a admirar a sua beleza que mistura desenvolvimento com natureza, que vemos porque ela é tão especial”, disse.

Campo Grande é a capital que cresce com ritmo de metrópole e ares de interior. O que faz dela única e aconchegante. Com avenidas largas, árvores centenárias preservadas, qualidade de vida de uma cidade que cresce com planejamento. Morar na cidade morena é viver bem, é lugar de ser feliz.

crédito: Wagner Jean

crédito: Wagner Jean

crédito: Wagner Jean

crédito: Wagner Jean

crédito: Wagner Jean

crédito: Wagner Jean

crédito: Wagner Jean

crédito: Wagner Jean

Anúncios